Ubuntu

Ubuntu é uma palavra de origem africana que significa “eu sou porque nós somos”. Solidariedade, humanidade, confiança e apoio ao outro. É justamente isso que preenche as lentes do fotógrafo André François há mais de uma década, capturando cenas de pessoas no universo da saúde no Brasil e no mundo.

Com o foco em sensibilizar as pessoas sobre a importância da saúde, educação, promoção de saúde e qualidade de vida por meio do cuidar e da conexão entre as pessoas, André François decidiu criar o documentário fotográfico Ubuntu. André mergulhou no tema desde 2008, visitando mais de 14 países. De comunidades ameríndias, como os Yanomami, em Roraima, no Brasil, e os Inuits, em Nunavut, no Canadá, passando por Japão, China, Bolívia, Camboja, Estados Unidos e Haiti, até África do Sul, Lesoto, Moçambique, Quênia, Uganda, Ruanda e Burundi.

Para Kelly Cavalete, ex-coordenadora do projeto Mavalane dos Médicos Sem Fronteiras em Maputo, Moçambique, participar do projeto foi uma excelente maneira de mostrar ao mundo a realidade vivida pelos pacientes e profissionais de saúde do MSF. “As fotografias fazem hoje parte do nosso trabalho de divulgação e conscientização para a população moçambicana”.

Com um extenso material a cada viagem, o Ubuntu ainda está em desenvolvimento e o resultado de quase uma década de trabalho em breve será divulgado.

“Agradeço ao André e sua equipe do Brasil por passar um tempo conosco em Uganda e nos dar uma incrível oportunidade de mostrar nosso trabalho de cuidados paliativos para pacientes com câncer e HIV”, conta Eddie Mwebesa, médico e diretor clínico do Hospice Africa Uganda.