PhotoTruck

“Você pode ser fotógrafo em casa, precisa apenas de um olhar’’. É como Gabriel, aluno de Osasco (SP), explica a experiência de uma oficina com o primeiro caminhão de fotografia do Brasil. Usar a fotografia como forma de incentivar a reflexão sobre o mundo ao redor, é exatamente o objetivo das oficinas realizadas com o PhotoTruck.

Feito sob medida para atividades educacionais da ONG, o PhotoTruck pôs o pé na estrada pela primeira vez em 2016, inspirado por um antigo projeto da organização, que fazia oficinas itinerantes com um ônibus, o saudoso Bumba. Hoje, a unidade móvel encanta crianças e adultos, conta com uma câmera escura, em que os participantes aprendem, na prática e brincando, como as imagens são formadas; uma cabine fotográfica para criar autorretratos, além de transportar brinquedos educativos, como caleidoscópios e taumatrópios (ou pirulitos óticos).

Com um tema específico a cada circuito de oficinas, o projeto busca estimular os alunos a despertarem um olhar crítico e a refletirem sobre a relação com o mundo em que vivem por meio das fotografias e legendas produzidas por eles. “A legenda é o momento mais desafiante para elas, já que precisam expressar em palavras o que querem dizer. Muitos alunos já tem contato com a fotografia no dia-a-dia, mas não pensam na mensagem que estão transmitindo”, conta Levi Fanan, educador da ImageMagica. E esse é o grande diferencial da oficina: unir a fotografia produzida com a mensagem que o participante quer passar, resgatando a reflexão por trás da imagem.

Em cada município, os educadores do projeto visitam uma escola, centro comunitário ou praça pública, onde realizam dois dias de oficinas para 250 alunos.

A principal atividade envolve a produção de uma foto e uma legenda, criadas a partir de uma reflexão e discussão sobre um tema determinado. As imagens são feitas com o aplicativo Camino, também desenvolvido com exclusividade pela ImageMagica. Para encerrar a oficina, as imagens produzidas são impressas e os alunos e professores se reúnem e se mobilizam para organizar uma grande exposição de lambes nos muros da escola.

O caminhão percorre o país e já visitou diversas escolas públicas de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Paraná. Ao todo, já foram mais de 30 instituições e mais de 7.500 alunos atendidos.